sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Superando a rejeição

A rejeição é um dos sentimentos mais terríveis experimentado pelo ser humano, provoca sensação de abandono e pode causar grandes danos à saúde emocional do indivíduo. Geralmente acontece nos relacionamentos amorosos, mas pode ocorrer na vida social, familiar, ou profissional. Não importa a idade que se tenha ou o tipo de relacionamento que se viveu, a rejeição sempre causará dor.

Ontem eu almoçava feliz com minha família, num restaurante que sempre frequentamos, meu humor estava ótimo e a alegria reinava na mesa. De repente, meu ex-namorado entrou no restaurante com sua atual companheira, me cumprimentou de longe e foi embora, mas aquela simples visão desorganizou minha estrutura emocional. Embora já se tenha passado muitos anos, a dolorosa lembrança daquele relacionamento fracassado veio à tona. Junto com as lembranças vieram a dor da rejeição e a certeza de que lidar com o sentimento de perda ainda é muito difícil para mim.

No caso da rejeição, o tamanho da dor e a habilidade para se lidar com ela vão depender do amadurecimento emocional de cada ser humano. Eu considero a rejeição um sentimento contrário ao amor, que sempre minou minhas forças e destruiu minha auto-estima, por isto resolvi estudá-la, na esperança de sofrer menos, caso receba outros “nãos”.

No dicionário, a palavra rejeição é definida como o ato ou efeito de repelir, repudiar, recusar, descartar, lançar para fora de si. Este conceito, por si só, me causa grande angustia. Você pode imaginar a dor que eu senti quando fui rejeitada? A sensação é de abandono e depreciação. Fica difícil aceitar que você, o seu jeito de ser, os seus sentimentos, suas idéias, atitudes e comportamentos, não servem mais para a pessoa que você tanto amou.

Mas aí você renasce das cinzas, transforma a dor em oportunidade de crescimento, aprende que antes de alguém te amar é preciso que você se ame.  Você sofre mas conquista maturidade emocional, passa pelo processo de rejeição e sai com um saldo positivo: se torna mais forte e vai a luta na conquista do amor próprio.

Sei que ajustes emocionais fazem parte do aprimoramento pessoal, por isso valorizo tanto as oportunidades de aprendizado que a vida oferece, mesmo quando vindas da dor. Hoje estou menos suscetível aos danos da baixa auto-estima, estou vencendo a falta de amor próprio e aprendendo que o papel da dor é ensinar. A lição só termina quando cumpre seu papel de ensinar.

Estou aprendendo que a chave da felicidade é o amor próprio. Não o amor de fachada, útil apenas para a auto-afirmação; nem o amor massificado pela mídia, que só existe porque explora o nosso orgulho e a nossa vaidade; mas o amor de quem sabe se perdoar, de quem reconhece suas limitações, de quem se aceita apesar das suas imperfeições. Ter amor próprio é não se depreciar, não colocar sua auto-estima em baixa na esperança de conquistar e seduzir seres humanos que lhes interessam. Quem cultiva a auto-estima não tem medo da rejeição. 

"A auto-estima é o sentimento externado pelas pessoas seguras, que se amam verdadeiramente, que conhecem seu verdadeiro valor e não depositam expectativas no amor ou na aprovação dos outros".

Em matéria de afetividade eu ainda tenho muito a aprender!! Sei que muitos “nãos” virão pela frente, isto é inevitável, um dia você rejeita e no outro é rejeitado, mas o grande segredo é levantar-se, dar a volta por cima e reagir. Muitas pessoas conseguiram superar a frustração de ser rejeitado.


Vejamos alguns casos famosos de rejeição:

1- Quando Alexander Graham Bell ofereceu ao presidente da Western Union, Carl Orton, os direitos de produzir o seu telefone por US$100 mil, este disse não, e acrescentou: “Que espécie de uso esta empresa poderia fazer de um brinquedo elétrico?”

2- Em 1962, a Decca Records Company era um titã da industria musical britânica, a banda The Beatles estava no inicio da carreira e foi rejeitada por esta gravadora. Um dos executivos da Decca Records disse: “Não gostamos do som dos garotos. Música com guitarra está fora de moda, e esta banda não tem futuro no show business.
3- O editor que recusou o famoso livro de George Orwell, A revolução dos bichos, disse esta pérola: “É impossível vender histórias sobre animais nos EUA.

4- Sergey Brin e Larry Page, fundadores da Google, ofereceram parceria aos donos do Yahoo em 1998, e ouviram o seguinte: “Continuem trabalhando no seu projeto de doutorado e voltem a fazer contato mais tarde.” Hoje, a marca Google é uma das mais valiosas do mundo.

Você sabia, que muitas pessoas que chegaram ao topo tiveram que suportar grandes rejeições? Pois é, e mesmo assim elas nunca desistiram. Você sabia, que John Creasey, o escritor britânico mais popular de romances policiais, com 562 livros publicados, suportou 743 rejeições no caminho para o sucesso?

Aquilo que não me mata me fortalece. (Frederick Nietzsche) 

Para o bem da nossa saúde mental, lidemos com a rejeição como pessoas emocionalmente maduras, que lamentam a perda mas tocam a vida em frente, pois sabem que a dor um dia passa. Podemos escolher não amar mais ninguém, ficar chorando um amor não correspondido, ou podemos aceitar a maravilhosa possibilidade que a vida nos oferece, de recomeçar sempre e escrever uma nova história.

Não permita que a dor da rejeição se transforme em ansiedade, raiva, depressão. Pessoas imaturas, com baixa auto-estima, procuram lenitivo no álcool, nas drogas ou na comida. Diferente do que pensam essas pessoas, a cura não está em encontrar o grande amor de suas vidas, mas encontrar a si mesmas.


É muito bom compartilhar idéias com você, pode copiar a vontade, mas não esqueça de citar a fonte.

38 comentários:

  1. ESTOU PASSANDO UM MOMENTO COMO ESTE, E É VERDADE DÓI MESMO, DÓI MUITO.. SO QUEM PASSA SABE O TAMANHO DESSA DOR. PROCURO APOIO EM TEXTO DA INTERNET E TODOS FALAM DE AUTO ESTIMA, EM NOA AMR EM PRIMEIRO LUGAR PARA DEPOIS AMAR ALGUÉM, MAS ACHO QUE SO TEMPO NOS FAZ ESQUECER.

    ResponderExcluir
  2. Adorei esse texto bem explicativo. Muito bem colocado as suas palavras. A verdade é que já passei por isso! A verdade é que temos que amarmos a nós mesmo primeiramente para poder dar amor a outra pessoa. Esse descobrimento de nós mesmos é que nos faz vencermos e superar as dificuldades que a vida nos impõem. O bom é que amadurecemos bastante e aprendemos a dar valor na coisas mais simples da vida.

    ResponderExcluir
  3. também estou passando por um momento como este ,só que a dor é mil vezes maior. Pois ao final definitivo de um relacionamento de 06 anos , veio uma depressão profunda , provocada por varias renucias academicas e profissonais para manter este relacionamento. Equanto eu deseorganizava/organizava minha vida para ficar ao lado dele , ele se estabilizava e atingiu seus objetivos. Eu estou de volta a casa dos meus pais , desempregada , sem ensino superior e grávida(mãe solteira)!. Só deus pra me dá força , pois cada dia que passa é um tormento mas sei que tudo isso passará...ou pelo menos espero!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FAZ TEMPO QUE VC escreveu este depoimento. Vc deve. Ter sofrido muito. Sou apenas mais um sofredor nessa vida. Mais gostaria de saber como vc esta hj.

      Excluir
    2. Sua história me comoveu muito. Gostaria de ter noticias suas e saber como superou tudo. Espero ter seu retorno. Carinhosamente, um grande abraço.

      Excluir
    3. Força mulher!
      Somos guerreiras, enfrentando o patriarcado que nos força a essas renuncias e ao abandono com a culpa sempre recaindo sobre nós. Vc é poderosa e é guerreira. A internet tá aí cheia de informações! Recupere seu controle emocional e sua vida, vc pode! Tenha paciencia consigo mesma e força na peruca!

      Excluir
  4. Recentemente passei por uma rejeição da parte de alguém que não esperava...que tinha como amigo e estava apaixonada. Tenho superado a cada dia mas ainda tenho recaídas, e a tendência a me culpar pelo que aconteceu, a sensação de auto estima baixa por ser alguém que ele não quis por perto e desprezou sem se importar com o modo como eu me sentiria. Gostei deste post. Vou acompanhar seu blog, vai me ajudar.

    ;)

    ResponderExcluir
  5. Fiquei um mês e poco com essa pessoa, mas sempre fui afim dela, tudo parecia perfeito. a´te que então ela me disse que nao quer mais, que foi bom enquanto durou, que espera que nossa amizade continue, fiz de tudo por ela, sempre fui atencioso,carinhoso,mas acho que fui com sede ao pote. ela me disse que o problema é ela, que nao está preparada p um relacionamento agora, quem nao está p ninguem.
    Gostaria de saber se é normal eu estar sofrendo tanto ao ponto de pensar nisso 24hs por dia, perder a fome,nao consigo dormir tb, e isso tudo esta me afetando no emprego e outras coisas. Obrigado

    ResponderExcluir
  6. Poxa, você não sabe o bem q me fez com seu texto! Muito obrigado.

    ResponderExcluir
  7. Sensacional! Era o que eu estava precisando...obrigada!

    ResponderExcluir
  8. Seu texto me ajudou muito! Obrigada,

    Mari

    ResponderExcluir
  9. Olá pessoal também estou passando por um momento desagradável na minha vida, Todo os dia oro peso a deus força e sabedoria para continuar...As vezes fraquejo eu sei mais continuo firme nas minhas decisões. É uma pena ver que muitas pessoas sofre esse mal da rejeição, enfim e a lei da vida rejeitar e se rejeitado ! fique todos com deus torço que cada um se revigore ...

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito do seu texto. Neste momento estou passando por uma grande rejeição e às vezes sinto-me muito em baixo. Vou seguir os seus conselhos e tentar descobrir-me a mim próprio.

    ResponderExcluir
  11. Estou passando por momento que eu considero terrivel, eu me apaixonei por uma colega de trabalho que de inicio demostrava interesse mas em determinado dia ela saio da empresa e entes de sair disse que nao era para eu ficar alimentando sentimentos romanticos por ela, quando disse isso foi como se me esmagasse por dentro, comesei a sofrer muito meus familiares persebem que eu nao estou bem imagressi por falta de apetite ir trabalhar esta sendo uma tortura por que me lembra de quando nos nos viamos parece que minha vida esta se definhando aculpa foi minha por eu ter permitido que sentimento aflorace com forca sem ter certesa se a outra sentia a mesma cois, que dor orrivel!

    ResponderExcluir
  12. Estou sofrendo muito por ter me envolvido emocionalmente com alguém que não sente absolutamente nada por mim, nem amizade, nem ao menos compaixão. Hoje estou qui no trabalho desesperada, vontade de me trancar no banheiro e chorar, chorar, chorar...Tentei me ligar a uma outra pessoa, mas é inútil...Estou num estado emocional deplorável! Tenho que me resgatar das trevas. Quase não durmo, quase não me alimento. Concordo que só o tempo consegue aliviar tanta dor. Estou rezando bastante, pedindo que a força suprtema do universo (DEUS) me reajuste e me tire desse campo devastado! Mas...como dói fundo!

    ResponderExcluir
  13. Chorei com seu texto!!Lindo e pertinente. Minha reação com a rejeição foi totalmente desproporcional de muita raiva, mas ao voltar o pensamento para a pessoa então mente acordava e dizia "Olhe para a realidade dos fatos". É duro perceber, mas é importante acordar para a sua vida.

    ResponderExcluir
  14. Seu texto me ajudou muito. Sinto muita rejeiçao e indiferença por parte da.minha família, me sinto realmente sozinha no mundo. Me sinto como se estivesse mergulhada em um mar de tristeza profunda. Muito obrigada pelo seu texto tao esclarecedor e de tanta ajuda.

    ResponderExcluir
  15. Doi doi ah como doi...

    ResponderExcluir
  16. Excelente o seu texto, passei por maus momentos pensei q o mundo ia acabar, fui no fundo do poço. Mas Deus me ajudou bastante, exclui todos os parentes dele do face pra mim não ter nenhum contato pq eu sofri bastante quando sabia q ele estava com a moça q foi morar com ele quando ele saiu de casa. Nós tinhamos uma vida estável financeiramente, um filho. No dia q ele foi embora, levou a amante junto, disse q tinha vergonh de andar comigo e q eu estava gorda. Minha Vida ficou um caos... Mas hoje estou melhor procuro não saber da vida dele e mesmo tendo um filho, o nosso contato é somente em função do filho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi gostaria de conversar com vc. Pode ser?

      Excluir
  17. Passei por várias situações de abandono e rejeição amorosa. No início, a pessoa parecia querer algo sério, mas depois ia embora. Não ficava. E eu implorava para a pessoa ficar. Mas ela me deixava. A história se repetiu tanto que aprendi a caminhar sozinha e a viver sozinha também. Não tenho namorado. Hoje se algum homem se aproxima dizendo que quer namoro, não consigo acreditar que seja verdade e o expulso da minha vida. Expulso antes que ele saia e me faça sofrer a mesma sensação. Estou procurando trabalhar esta questão com ajuda de terapia e leitura de auto ajuda. Tenho consciência de que o processo é longo. Já sofri muito tentando buscar o outro e sendo rejeitada. Hoje, tenho buscado a mim. Quero me sentir bem em meio a todo esse sentimento de rejeição que me invadiu, na vida amorosa e profissional. Estou superando aos poucos. A leitura desse texto foi muito valiosa para meu processo de cura interior. Agradeço à pessoa que o escreveu.

    ResponderExcluir
  18. Duro é sofrer rejeição da própria família..os de fora a gente não entende mas parece mais normal do que pessoas do teu próprio sangue..eh muito triste quando a família nos vira as costas..se vc teve um relacionamento frustrado a família muitas vezes te acolhe e suporta a barra..nos teus problemas de modo geral e no dia a dia..e quando vc nao tem família..vai pra onde ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me identifiquei com oque vc disse. Afinal existem idas e vindas e os outros são sempre os outros a gente aceita melhor. E a familia? Como aceitar com tranquilidade que vc seja rejeitado a sua vida inteira por egoismo? Por pessoas q inclusive se dizem religiosas e usam o nome de Deus não conseguem, simplismente não conseguem amar o proximo. Eu acho tudo isso muito triste mas desvio o pensamento e tento viver um dia de cada vez.

      Excluir
  19. com a ajuda de deus podemos superar tudo voltemos pra ele pedindo sabedoria para aprender a se amar de verdade e assim sermos donos da nossa felicidade

    ResponderExcluir
  20. continuando amei o texto

    ResponderExcluir
  21. Ela trabalho comigo por vários anos, e me apaixonei por ela, e quando de repetente, foi começando a mudar, a me dar o fora com constancia. Tentei salvar nosso relacionamento por vários vezes, ou seja, para ser mais sincero, o tempo todo. Não sei se é a diferença de idade que nos separa, ou se é porque ela gosta de outra pessoa. Estou vivendo um verdadeiro pesadelo, todo os dias, quando a procuro, ela me maltrata e me magoa muito, fale de outros relacionamentos, de liberdade, outros amores, de meus defeitos, que sequer existem, fala de tudo e com todos, menos comigo. Não sei o que mais fazer? Me ajude a encontrar uma saída urgente para essa lamentável situaçao

    ResponderExcluir
  22. Renato Pereira20/04/2015 00:15

    Muito legal, uma dura realidade que necessita de cuidado pois afeta varias áreas e nos paraliza fazendo nos sentir um lixo... É um sentimento de morte que não desejo à ninguém!!! :(

    ResponderExcluir
  23. Amei o texto!
    Eu sempre fui rejeitada por todo mundo... Ninguém nunca me queria por perto, sempre me desmereciam, me menosprezavam, e como um abismo vai chamando outro, eu já passei por outras coisas incluindo a opressão, a depressão... Já tentei suicídio, eu nunca consegui superar, porque quando eu vou tentar, vem outra pessoa e me troca, me rejeita... Mas nunca perdi a coragem de pelo menos continuar tentando... Um dia eu chego lá :/ Se Deus quiser!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Deus te ajude e te abençoe...

      Excluir
  24. Muito obrigada pelas palavras.

    ResponderExcluir
  25. foi muito valioso e proveitoso esse texto, como dói agente sofrer esse tipo de rejeição,de familiares a falta de amor aceitação e respeito pelo próximo,estão sempre querendo ter razão em tudo,eles acham que pra ser unidos não pode falar opinião contraria, pois se sentem ofendidos, isso não passa de puro egoismo, e orgulho.

    ResponderExcluir
  26. estou passando por uma rejeiçao amorosa eu deixei meu ex marido ha 9 meses por causa de traiçao ele nunca me respeitou nem mesmo na minha gravidez e no pos parto ele me maltratava muito mas tambem tivemos nossos momentos bons eu fui atras dele varias vezes mas ele sempre me rejeita me manda ir embora me diz q nao me ama mais e q na vida dele eu nao tenho mais espaço ele nao da atençao pro nosso filho ele fez e me disse coisas terriveis eu nao posso mais querer voltar com uma pessoa dessa!!

    ResponderExcluir
  27. Olá hoje estou vivendo está rejeição doi muito peço a Deus para dar me sabedoria,paciência e força para seguir. Estou casada a 8 anos e há duas semanas descobri que estou sendo traída, não sei o motivo perdoei o meu marido mas mesmo assim ele me rejeita e ainda disse que já me bajulou muito. Realmente qdo ele me bajulava não dava muito valor,até tentei arrumar dando mais carinho a ele. Mas percebi que só eu que corro atras, e ele nada acho que ele está cmgo por causa do nosso filho. Eu já estou tão magoada e ainda mais com a rejeição dele mata mais ainda. Mas com fé em Deus vou ter forças para levantar sacudir a poeira e seguir a vida com o meu filho.

    ResponderExcluir
  28. Bom sou geminiana, tenho muitos amigos e colegas, mas fui casada por muito tempo. E meu ex, só acabava com minha auto estima, hj tenho uma dificuldade enorme em me relacionar.Ate tentei, mas acabei assustado o cara...
    separei e esperei curar tdas as feridas deixadas do relacionamento.
    mas neh assim !!!

    ResponderExcluir
  29. Ótimo artigo. Rejeição dói mesmo, venha de onde vier, mas é uma aprendizado para maturidade. Rejeição para mim,é sinônimo de uma vitória bem próxima.

    ResponderExcluir
  30. Tive rejeição por uma pessoa que se dizia minha amiga! Sofri muito. Mas hoje, com calma e serenidade, vejo o quanto essa amiga sugava minha energia. Era uma pessoa que vivia lamentando, me sufocava com as histórias e problemas dela. Brigamos porque um dia ela precisava falar comigo e eu estava muito ocupada com o trabalho e não dei a atenção que ela queria. Ela nunca mais falou comigo. Sofri... mas hoje eu vejo que uma amizade verdadeira nao termina por um motivo desses...

    ResponderExcluir
  31. Fui rejeitado numa relação de cerca de 4 anos.
    Nesse tempo todo sempre pensava em rejeitá-la, mas não tinha coragem, não queria magoá-la.
    Eis que fui surpreendido com a rejeição. O meu desejo oculto pela separação se transformou no mais angustiante sentimento de rejeição, de culpa por ter alimentado várias mentiras ao longo do relacionamento.
    Hoje sou preterido com um toque de frieza que assusta. Já pedi para voltar, mas disse que não me ama mais e que foi um alívio o fim do nosso relacionamento.
    Bom, sinto-me culpado sim, pois realmente alimentei o relacionamento com muitas mentiras e traições. Acredito - hoje analisando - que se tivesse alimentado esse amor com a verdade, em todos aspectos, estaríamos ainda juntos e rumo a uma longa vida de casal.
    Agora é hora de refletir sobre os erros (mentiras), aprender, corrigi-los, e, essencialmente, seguir em frente numa nova relação.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar no meu blog, sua opinião é sempre bem vinda!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...