quarta-feira, 14 de setembro de 2011

O idoso merece respeito














Será que estamos educando mal nossas crianças? Ou será que não estamos transmitindo a elas valores como respeito e cidadania?

Hoje eu presenciei uma cena que se repete todos os dias no metrô de São Paulo: O descaso dos jovens diante dos idosos.

Eu tenho 47 anos, sou uma mulher de meia idade, mas sou incapaz de ficar sentada num ônibus ou Metrô se tiver um idoso em pé. Por mais cansada que eu esteja, sempre dou lugar aos mais velhos, e espero que aconteça o mesmo, quando meu pai, que tem 80 anos, pegar um Metrô. Os jovens de hoje não se preocupam com isso, enfiam seus fones de ouvido, mergulham no egoísmo dos seus mundos, e não percebem mais nada ao seu redor. Será que eles não sabem que um dia serão idosos também? Isto é, se Deus lhes conceder esta abençoada oportunidade.

Minha avó usava uma frase muito oportuna para estas ocasiões. Com muita propriedade e sabedoria ela dizia: “Para lá nós iremos.”

Pois é minha gente, o jovem forte, esperto e descolado de hoje, será o idoso frágil, lento e cansado de amanhã. Certamente, quando este dia chegar, esta rapaziada vai querer reivindicar seus direitos de idoso. Talvez não se lembrem que, se temos direitos, também temos deveres.

E o que nós, pessoas conscientes, podemos fazer neste caso? Podemos ensinar as nossas crianças que respeito é fundamental. Podemos ensiná-las que o mais forte deve proteger e respeitar o mais fraco, sempre, em qualquer situação, mesmo que não seja um membro da nossa família.

Vamos ensinar a nossas crianças o valor que tem uma “cabecinha branca”. Vamos dizer a elas que os velhinhos de hoje, tenham cabelos brancos ou não, representam a experiência e a luta de uma vida toda dedicada a seus filhos e netos, jovens que muitas vezes os desprezam.

Quem, dentro de casa, trata os pais e avós com carinho e respeito, certamente saberá como tratar os velhinhos que encontrar pelas ruas.

Quando você andar de Metrô, incentive os jovens a dar lugar aos mais velhos. Ensine a eles que além dos assentos reservados por lei, os outros assentos também podem ser destinados aos idosos, desde que o nosso senso de amor e respeito privilegie a condição da sua idade avançada.

É claro que nem todos os jovens são indiferentes aos idosos, muitos deles têm sensibilidade e colocam em prática os valores morais já aprendidos. Parabéns a estes jovens que dão bons exemplos e sabem que gentileza atrai gentileza, e respeito gera respeito.

A sociedade de hoje não valoriza as rugas na face daqueles que enriqueceram nossas vidas com suas experiências. Hoje em dia muitos idosos são abandonados, ignorados ou tratados como um peso morto. Muitas pessoas ainda não se deram conta de que a juventude é maravilhosa, mas é terrivelmente passageira.

Não trate os idosos como pessoas inúteis e descartáveis. Trate-os com o mesmo carinho e consideração que você gostaria de ser tratado.

E agora aceite o meu abraço, com o carinho e respeito que eu devo a você, que compartilhou destas minhas reflexões.


“A velhice é bela e carrega em seus cabelos brancos a força e sabedoria de muitas experiências vividas.” (José Marques)



É muito bom compartilhar idéias com você, pode copiar a vontade, mas não esqueça de citar a fonte.

7 comentários:

  1. Caio Cesar B. Sarno16/09/2011 15:43

    Dilti, isto me lembrou uma história real. Há 60 anos, um grupo de um centro espírita estava indeciso quanto a construir ou um orfanato ou um asilo. Em uma reunião mediúnica, a resposta veio por um dos dirigentes espirituais da casa, em comunicação:
    "Ao choro de uma criança todos acolhem, ao sorriso de um velho todos fogem."
    Uma resposta simples assim e profunda.
    Assim começou a "Casa Ondina Lobo", abrigo de idosos em condição de abandono e sem condições de sustento próprio. Fica na Chácara Flora, em Sâo Paulo.
    Parabéns pelo ótimo blog, você ganhou um leitor!

    ResponderExcluir
  2. Oi Caio, impressionante como uma única frase pode dizer tanto, não é? Melhor ainda é saber que os membros daquele grupo espírita acataram a sugestão do mentor. Infelizmente nem todos idosos são tratados como nós tratamos nossos pais.
    Obrigada por visitar o meu blog. Volte sempre que puder.
    Um abraço,
    Dilti

    ResponderExcluir
  3. irani de castro21/10/2011 19:02

    Dilti querida, que delicia este seu blog.
    Imagens de muito bom gosto, muito bem escrito, verdadeiro como você. Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. irani de castro21/10/2011 19:09

    Li com respeito seu tema sobre "idosos".
    Porém, quero refletir:O que fazer daqueles idosos absolutamente desagradáveis, que batem com a bengala nas crianças, que gritam com pessoas que consideram subalternas e portanto inferiores, que discriminam, enfim, que vivem a velhice, como viveram a vida inteira: sem noção da realidade, de respeito aos outros, de amor ao próximo.
    A idade não os torna nem santos, nem melhores. às vezes, até piores...E a gente tem que engolir... ai ai ai...

    ResponderExcluir
  5. Dilti Xavier Lopes21/10/2011 19:33

    Querida Irani,
    Obrigada pelo carinho. Adoro receber comentários no blog. Sem o retorno dos leiores, blogar não tem graça.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Irani,
    Quando escrevi este artigo, não quis dizer que apenas os idosos merecem respeito, pois é certo que todos nós merecemos. O respeito é algo que deve ser praticado sempre, não importa se somos jovens, idosos ou crianças. Devemos respeitar, inclusive, os animais, a natureza, e todas as formas de vida. Sabemos que a lei de ação e reação é infalível. Todos aqueles que não respeitam uma criança, que desprezam seus subalternos, que maltratam animais e seres humanos, certamente vão colher os frutos que estão plantando, sendo idosos ou não. Nós não precisamos castigá-los, a vida se encarregará disso. Quanto a termos que “engolir” idosos desagradáveis, lembre-se de que a pratica da tolerância, da compreensão, do amor e do perdão, fazem parte do nosso aprendizado terrestre. Além do mais, em várias situações, os desagradáveis somos nós mesmos.
    Um grande abraço, com todo o meu amor e respeito a você.

    ResponderExcluir
  7. Irani de Castro26/10/2011 21:18

    Dilti querida, graças a Deus que colocou pessoas maravilhosas como você em meu caminho,hoje posso compreeender todas as coisas absolutamente certas que você disse.
    No entanto, passo a vez.Deixo para a próxima. Nesta, despachei a bruxa da Salete, para o asilo mais próximo. Ela que colha tudo que plantou. passo a vez.... sem culpa, sem cerimônia.... bjos

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar no meu blog, sua opinião é sempre bem vinda!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...